Luca Luciani, presidente da TIM Brasil, disse à Info que os brasileiros falaram apenas 106 minutos por mês em 2010, em média, quando a média mundial é de 250 minutos. Neste país onde há mais celulares do que pessoas, e onde 90% das pessoas estão no pré-pago, quem poderíamos apontar como culpado dessa tendência?

Os preços, é claro. Duas pesquisas já apontaram o Brasil como um dos países mais caros do mundo para se usar celular, então dá pra entender o tempo em ligações abaixo da média. Mas as operadoras lançaram tantas promoções nos últimos tempos, os bônus para ligações para fixo e para mesma operadora – isso não surtiu efeito?

Parece que sim! Segundo Luciani, em 2009 os clientes da TIM falavam 90 minutos por mês no celular; em 2010 esse número saltou para 123 minutos – longe da média mundial, mas Luciani quer chegar aos 212 minutos mensais até 2012. Pelo menos na TIM, a estratégia será estimular as classes C, D e E a falar mais ao celular.

Mas, nessa época de torpedos e e-mail e redes sociais, faz mesmo sentido ficar ligando pras pessoas? Falamos sobre isto antes: substituir telefonemas por serviços da internet móvel é uma tendência que já acontece nos EUA – e, com planos de dados para pré-pago bem vantajosos, podemos ver mais disso aqui no Brasil. Internet no celular, aliás, é outra área onde a TIM quer focar seus investimentos. Depois da promoção de internet a R$0,50 por dia utilizado, Luciani disse que aumentar o consumo de dados no celular é outra prioridade da TIM para 2011. Será que veremos promoções ainda mais agressivas no ano que vem? [Info]