Antes de ser lançado, o novo modelo do iPad gerou uma tonelada de especulações sobre como seria seu nome: iPad 3 ou iPad HD. No fim das contas, a Apple o batizou simplesmente de “o novo iPad”. Faz sentido!

Em curto prazo, isso pode soar um pouco confuso. Podemos prever que a Apple eventualmente parará de chamar o aparelho de “novo iPad” e começará a chamá-lo apenas de iPad. E quando isso acontecer, isso será um tanto estranho, porque a Apple continua vendendo o iPad 2. (Pelo menos por enquanto.) Daqui a seis meses, você escolherá entre o iPad e o iPad 2, sendo que o iPad será o modelo mais novo? Eles pretendem chamá-lo de “novo” iPad até os estoques do iPad 2 acabarem? Isso pode ser bem estranho.

Mas a longo prazo, faz bastante sentido. Pense no iPhone. o iPhone 4S é a quinta geração do iPhone, o que faria um possível iPhone 5, caso ele exista, er a sexta geração do aparelho. Entende? É confuso! É por isso que vários especialistas já dizem que o próximo iPhone será chamado simplesmente iPhone, e não iPhone 5. Simples assim.

E isso não soa como uma mudança radical, nem um pesadelo logístico. A Apple tende a lançar apenas uma grande atualização por ano em suas linhas, e quase sempre na mesma época do ano, como um relógio. E até o iPhone 4 e o iPad 2, esses aparelhos não tinham número de versão. Quando eles ganharam isso, tudo ficou meio estranho. E por que não seria? A Apple não numera nenhum outro aparelho em sua linha. Há MacBook Airs, Apple TVs e uma série de outros produtos que são atualizados sem mudar o nome.

Você só quer o mais recente, fim de papo.

E você saberá qual é o mais novo por causa das especificações melhores e do preço maior.

E se você estiver comprando um usado? Provavelmente o vendedor usará um termo como “terceira geração”ou apenas dar o ano de seu lançamento. Na verdade, acho que há uma boa analogia com outros aparelhos que são atualizados apenas uma vez por ano, como carros. Você só sabe que ele é o modelo de 2012 — não é preciso um número a mais para explicar.

A única razão que torna isso algo estranho é a existência do iPad 2 e do iPhone 4. Essas nomenclaturas foram um erro. Um erro que o “novo iPad” corrige.