A Trefis, uma empresa que analisa outras empresas com ações na Bolsa, estimou que apenas no último trimestre a Microsoft lucrou mais de US$ 600 milhões com o… Android. Como? Pelos royalties recebidos de Samsung e HTC pelas patentes da Microsoft que as duas usam em seus dispositivos com o sistema do Google.

Na realidade, várias empresas utilizam patentes da Microsoft em dispositivos Android e pagam por isso — em outubro do ano passado, mais de 50% dos dispositivos com o robozinho verde pagavam esse “pedágio” à gigante de Redmond. Que a Microsoft lucra com isso, já sabíamos; o que nos chamou a atenção foi o montante. Se esse ritmo for mantido, a empresa poderá chegar a US$ 2 bilhões de lucro em um ano, apenas com os royalties das suas patentes. Isso é insano.

Fazendo a boa e velha matemática, com 50 milhões de dispositivos da Samsung vendidos no segundo trimestre do ano e uma “mordida” de US$ 12~13 da Microsoft em cada um deles, mais US$ 10 de todos os 8 milhões de Androids da HTC comercializados no mesmo período, o lucro da Microsoft nessa brincadeira teria sido de mais de US$ 600 milhões. Mas os números da Trefis são meio… estranhos. O artigo, por exemplo, fala em US$ 10 por dispositivo Android vendido pela HTC, mas a informação veiculada na época da decisão era de US$ 5 por dispositivo.

Seja isso mesmo ou menos, fato é que a Microsoft lucra com o Android e, consequentemente, tira de empresas que apostam forte no sistema do Google uma fatia de rendimentos considerável. É um movimento silencioso, mas que acaba afetando — a Trefis diz que com esse extra derivado de patentes, a Microsoft consegue repassar US$ 250 milhões por trimestre para a Nokia e ainda fomentar o desenvolvimento do Windows Phone, que ainda luta para se estabelecer em vendas. Esse negócio de patentes é bem maluco… [Trefis via WMPoweruser. Foto: JD Hancock/Flickr]