Quem usa este relógio de pulso F-91W da Casio, um modelo barato e amplamente disponível, pode ser considerado pelo governo americano como terrorista. Sério!

Já se sabe disto há algum tempo, mas de acordo com o serviço de inteligência dos EUA, usar o relógio Casio F-91W é um possível sinal de alguém ser um terrorista. Existe uma lista enorme de detidos em Guantánamo que usaram o relógio, um artigo antigo do Washington Post dizendo que os terroristas podem usar o relógio para criar bombas com timer, e documentos vazados pelo Wikileaks ligam o relógio de pulso à Al-Qaeda:

Possuir um relógio de pulso do modelo Casio F-91W e a versão em prata deste modelo, o A159W, é um indicador de treinamento da Al-Qaeda na fabricação de artefatos explosivos improvisados (IEDs). Sabe-se que o relógio da Casio era dado a estudantes em cursos de treinamento da Al-Qaeda para fabricação de bombas no Afeganistão, nos quais os estudantes recebiam instruções para preparar dispositivos com timer usando o relógio.

Sim, o F-91W é bastante comum, e foi usado por muitas pessoas ao longo dos anos. Mas ele obviamente não é o único fator para suspeitar se alguém é um terrorista. Como explica o livro Freakonomics, alguns fatores aparentemente comuns podem indicar se alguém é um terrorista. Por exemplo, em relação às outras pessoas, possíveis terroristas sacam muito menos dinheiro de caixas eletrônicos nas sextas à tarde (quando muçulmanos têm obrigações religiosas) e evitam contas poupança e seguros de vida (que não valem em caso de suicídio). Então pode usar o relógio à vontade: ninguém vai achar que você é um terrorista. A menos que você… seja um, é claro. [The Guardian via BoingBoing]

Crédito da imagem: Wikipédia