A tecnologia pode ser o centro para muitas de nossas vidas, mas ela não é exatamente infalível. Um americano descobriu isso do jeito difícil, depois que a carteira de motorista dele foi marcada como falsa no sistema da polícia, devido a um erro no reconhecimento facial.

Parece que John H. Gass se parece muito com outro motorista do mesmo estado, o que fez o sistema suspender a carteira dele depois de concluir que ela só poderia ser falsa. Em vez de ir ao departamento de trânsito para resolver o problema, ele foi banido de dirigir por duas semanas, e ele só a recuperou depois de conseguir provar que ele era… quem ele é. Pior: parece que mais outros 1.000 motoristas sofreram com problemas semelhantes no ano passado.

O software de reconhecimento facial no estado de Massachusetts, onde ocorreu a confusão, é idêntico ao que outros 34 estados americanos usam. Ou seja, a chance de futuros enganos nos departamentos de trânsito por lá podem continuar. [Boston via Popsci]

Imagem por Dinomite/Flickr, do filme “Superbad – É Hoje”