Hackers desconhecidos escaparam, nesta semana, com cerca de US$ 32 milhões na criptomoeda Ether, um dos mais populares dos inúmeros sucessores da Bitcoin.

• Como (tentar) ficar rico minerando criptomoedas
• O que acontece quando uma comunidade inteira tem acesso a Bitcoins? O MIT quer descobrir

De acordo com a CyberScoop, hackers descobriram uma vulnerabilidade na Parity Wallet, um dos vários produtos que oferecem serviços de carteira bancária para usuários armazenarem suas criptomoedas. A exploração da vulnerabilidade permitiu aos hackers escapar com aproximadamente 153 mil Ether em três transações separadas.

Conforme o ataque avançava, um grupo de hackers white-hat (programadores éticos que procuram brechas de segurança em software) percebeu o que estava acontecendo. A CyberScoop relatou que eles foram capazes de usar a mesma brecha para proteger dos ladrões aproximadamente 377 mil Ether no valor estimado de US$ 75 milhões.

O ataque vem depois de um roubo separado de cerca de US$ 10,3 milhões em Ether da plataforma de transação CoinDash que aconteceu também nesta semana, embora os ataques estejam longe de serem os primeiros a atingir a comunidade Ether: em junho de 2016, hackers tentaram roubar US$ 53 milhões na criptomoeda do fundo de capital de risco Decentralized Autonomous Organization.

Embora todo mundo afirme conhecer alguém que lembrou ter 500 Bitcoins guardados em um disco rígido antigo em algum lugar, permanecer fortemente investido no mercado de criptomoedas a essa altura exigiria ignorar ou racionalizar e deixar para lá alguns sinais de perigo. Eles podem incluir, por exemplo, a ocasião em que ladrões fugiram com milhões em Bitcoins do site underground Sheep Marketplace, ou aquela vez em que um antigo investigador federal roubou US$ 820 mil em Bitcoins da Silk Road, ou então aquela outra oportunidade em que cerca de US$ 450 milhões em Bitcoins desapareceram do centro comercial Mt. Gox.

Talvez, se o mundo crescente dos golpes de criptomoeda ou o contínuo movimento de ranzinza na Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos não forem suficientes para fazer algumas pessoas pensarem duas vezes, talvez elas considerem o aviso recente do cocriador da Ethereum, Charles Hoskinson, alertando investidores que muitas ofertas iniciais de moedas haviam transformado a Ether e outras criptomoedas em “bombas-relógio”, com as pessoas “cegas por causa do dinheiro rápido e fácil”.

Mas ei! Ninguém pensou duas vezes. Então, agora existe um mercado de criptomoeda avaliado em cerca de US$ 100 bilhões e ele é basicamente uma bolha especulativa desregulada repleta de brechas de segurança. Os preços das criptomoedas flutuam ferozmente, e retirar o dinheiro segue difícil. Boa sorte para conseguir seu dinheiro de volta de um cara vestido com uma fantasia gigante de Bitcoin, ou de um caixa eletrônico de criptomoeda que só aceita depósitos.

[CyberScoop]

Imagem do topo: BTC Keychain / Flickr