O fotógrafo Romain Veillon viajou recentemente para os desertos da Namíbia, onde ele fotografou a aldeia abandonada de Kolmanskop. Trata-se de uma coleção extraordinária de velhas casas de madeira agora preenchidas com ondas de areia.

A aldeia, abandonada há quase um século, foi um lar para mineradores alemães de diamante. Empresários e engenheiros se mudaram para cá com a intenção de explorar as riquezas da terra, apenas para descobrir que a terra, como um mar lento e indigno de confiança, se voltaria contra eles, ocupando até mesmo estes poucos hectares de terra onde havia casas.

desert ruins (2)

desert ruins (4)

desert ruins (3)

A parte interna das estruturas, com suas portas de madeira semiabertas nas dunas, são como cenas de um devaneio. Em alguns casos, parecem coisa de estúdio – mas são bastante reais.

Aqui, o deserto ganhou, engolindo todos estes edifícios até a cintura. As portas se abrem para mais portas, que se abrem para paisagens: um deserto que se espalha por entre as casas.

Eu poderia admirar estas imagens por horas; felizmente, há muito mais fotos no site de Veillon. Elas incluem fotos da parte externa de algumas das casas. Por fora, você nunca saberia que elas contêm tais maravilhas geológicas por dentro. [Romain Veillon]

desert ruins (8)

desert ruins (5)

desert ruins (7)

desert ruins (11)

desert ruins (12)

desert ruins (9)