Nossa iTunes Store é bem limitada: não dá pra comprar jogos, nem filmes, nem música – o jeito é usar nosso tutorial para comprar na iTunes americana, com cartões pré-pagos (gift cards). Isso pode mudar em breve: fontes dizem à Folha que a iTunes Store brasileira vai ganhar músicas e vídeos, inicialmente vendidos apenas através de cartões de R$10, R$20 e R$40. Nada de jogos, no entanto…

Segundo a Folha, inicialmente você só vai poder comprar músicas usando os gift cards, que serão vendidos nas mesmas redes onde se encontram produtos da Apple – como Fast Shop, Fnac e Extra. Só depois será possível comprá-las usando cartão de crédito.

Este poderia ser um passo para reduzir a pirataria de música no Brasil. Nos EUA, quando a iTunes se popularizou, o volume de músicas baixadas ilegalmente caiu muito: aparentemente, muitas pessoas não queriam baixar de graça, mas como não havia um método prático e lícito de baixar músicas, o jeito era piratear.

Vai custar mais barato?

No Brasil, já temos grandes lojas de MP3, como a UOL Megastore. Mas nós queremos que as músicas custem menos no iTunes que em outras lojas de MP3 no Brasil. Isso pode ser difícil: as músicas mais populares no iTunes custam US$1,29 nos EUA, o equivalente a R$2,10. Estas mesmas músicas já custam R$1,99 na UOL Megastore. Mesmo no México, as músicas mais populares no iTunes custam de 12 a 15 pesos (R$1,67 – R$2,10). A iTunes viria para o Brasil cobrar muito menos? Difícil.

Então qual a vantagem? Para quem tem dispositivos da Apple, você vai poder obter suas músicas de um jeito bem mais fácil e organizado, comprando músicas direto do seu iPhone/iPod Touch/iPad, e ainda ajudando seus artistas preferidos. Sabendo que só grandes artistas conseguem de fato lucrar com shows, e que a pirataria prejudica as vendas de música – resultando em menos dinheiro para investir em novos artistas – vale gastar R$2 em uma música.

Nós não somos totalmente contra a pirataria: há quem queira ouvir música mas não tem grana pra comprar, por exemplo. (Nós explicamos nossa posição aqui.) Mas se você pode comprar, agora pode ter uma opção mais fácil, que vai direto para seu iDevice. Quem quer pagar menos pelas músicas pode assinar um serviço de streaming que permita baixar algumas das músicas, como o brazuca Terra Sonora. Você pode ouvir e baixar músicas no seu iPhone, iPad e iPod Touch pagando R$19,90 por mês. O serviço não está imune a críticas, mas é o melhor oferecido hoje no Brasil (sem considerar sites de streaming de outros países, como o Grooveshark).

Como a venda de músicas digitais está crescendo bastante no Brasil – aumentou 159% em um ano, contra 1% de aumento nas vendas de mídia física – a Apple tem razões para investir na iTunes brasileira. Vale lembrar que a Apple quer vender música no Brasil pelo menos desde 2008, como noticiou a própria Folha na época. Claro que não deu certo, mas agora que a Apple presta um pouco mais de atenção no Brasil – com menor atraso nos lançamentos em relação ao restante do mundo, além de possíveis fábricas da Foxconn no país – o cenário é mais favorável. [Folha; FSP (somente para assinantes)]