Depois que o presidente da RIM sugeriu estar aberto a licenciar o novo sistema operacional BB10 para outras empresas, a Samsung negou categoricamente qualquer desejo de se envolver com a RIM.

Segundo a Reuters, a Samsung foi direta ao dizer que “não considerou adquirir a Research in Motion nem licenciar o… novo sistema operacional”.

Ontem, as ações da RIM subiram 5% depois que um analista previu que a Samsung poderia estar interessada em licenciar o BB10. Hoje, apesar da notícia, as ações continuam em alta maior que o mercado.

O BB10 deve ser lançado no início do ano que vem, e pode ser a última chance da RIM – mas os planos de licenciar o software para outros é ambicioso. Se a Samsung, uma das maiores empresas do segmento, que aposta em diversos sistemas (Android, Bada, Windows Phone, Tizen) não quis o BB10, resta saber quem vai. A Samsung já recusou o webOS, e já vimos no que isso deu. [Reuters]