A previsão de terremotos é um mistério que tem intrigado cientistas por séculos. Mas talvez ocorra de os mesmos sinais que nos dão direções até a Starbucks mais próxima sejam pistas para tremores prestes a acontecer.

O Professor Kosuke Heki da Universidade de Hokkaido descobriu que enquanto realizava medições de elétrons na ionosfera usando sinais de GPS durante o terremoto de Tohoku em 2011, a quantidade de elétrons aumentou cerca de uma hora antes do abalo. Ele então encontrou dados similares em vários outros terremotos ocorridos no passado.

Parece que ainda há muito a ser examinado no que diz respeito à descoberta, mas qualquer avanço nesse campo pode ter profundas consequências. [BBC News – Imagem: erness / Shutterstock]