Um tornado por is só pode ser bastante assustador. Mas e se for acompanhado de… tubarões? Esta é a ideia de Sharknado, um filme do Syfy com um conceito tão bizarro e brilhante que levou o Twitter à loucura.

Sharknado foi produzido pelo mesmo pessoal responsável pelo não menos brilhante Piranhaconda. Ele foi feito para ser exibido na TV – e a sua estreia foi na noite de ontem no canal SyFy. O conceito é simples: é mais um desses filmes de desastres com violência desnecessária que adoramos. Uma série de ciclones levou tubarões para Los Angeles, e eles estão com sede de sangue. Os personagens – atores de último escalão, em sua maioria – precisam se livrar dos animais, nem que para isso usem uma serra elétrica para dividi-los ao meio (isso acontece e está no trailer do filme).

O filme foi exibido ontem e teve audiência modesta – entre 1 e 2 milhões de pessoas assistiram. Mas, na internet, a história foi bem diferente: ele chegou a gerar 5 mil tweets simultâneos no seu pico, além de chamar a atenção de diversas personalidades. Damon Lindelof, criador de Lost, se propôs a escrever a sequência de Sharknado.

 

Em entrevista ao BuzzFeed, o diretor de Sharknado, Anthony C. Ferrante, disse não esperar o sucesso do filme. “Foi uma experiência de um em um bilhão”, ele explicou, reconhecendo que a fórmula do filme é brilhante. “Tubarões se dão bem, e desastres também. Junte os dois e você terá algo ainda melhor.” Sim. Ferrante já havia dirigido alguns filmes bastante esquecíveis, como Boo, mas jamais conseguiu tamanha repercussão como a atingida pelos seus tornados de tubarões. Vamos esperar agora que o SyFy passe esse brilhante filme no Brasil – eu quero o mais rápido possível. [The Verge, BuzzFeed]