Foi-se o tempo em que hospedar seu site em algum lugar da Europa Oriental concedia qualquer garantia contra o governo e a polícia do seu país. Depois da queda do MegaUpload, que dentre outros, tinha servidores na Holanda e no Canadá, agora foi a vez do Demonoid, um dos sites de torrents mais antigos do mundo e acessível apenas mediante convite, cair.

O Demonoid estava hospedado na ColoCall, hospedagem com sede na Ucrânia. Semana passada o site passou por sérias instabilidades devido a um pesado DDoS (ataque distribuído de negação de serviço). Os usuários ficaram aliviados ao saberem que se tratava disso, mas quando achavam que o pior havia passado, veio o ultimato: imediatamente após os ataques DDoS, houve uma invasão aos servidores e, logo em seguida, o governo ucraniano interveio. Os servidores onde o Demonoid estava hospedado foram lacrados e toda a informação que constava neles, copiada por investigadores do governo.

O Demonoid não estava irregular perante as leis ucranianas e, ainda assim, era bloqueado no país para evitar quaisquer problemas. Uma fonte do governo local diz que tem o dedo do governo dos Estados Unidos nessa intervenção que culminou com o fim do Demonoid e o momento em que isso ocorre dá bastante brecha para teorias da conspiração — pela primeira vez, o Primeiro Ministro em exercício da Ucrânia Valery Khoroshkovsky visita os EUA. Assunto a ser tratado? Infração de direitos autorais.

Apesar do site estar fora do ar e sob custódia, os administradores continuam livres. Uma fonte disse ao TorrenFreak que o site era administrado do México. Por quem? Ela se negou a revelar.

Parece que MegaUpload e Demonoid são só os primeiros de uma série de sites de pirataria que cairão em breve. Quem será a próxima vítima? [TorrenFreak]