Existe a pirataria casual do Pirate Bay e existem sites de torrents privados: clubes fechados, exclusivo para membros que compartilham os melhores filmes e séries de TV entre eles. E, como esperado, eles levam privacidade muito a sério, tão a sério que alguns destes grupos estão banindo usuários de Windows 10.

Conforme mostra o TorrentFreaks, sites como o iTS e FSC estão assustados com os novos Temos de Uso do Windows 10 — especificamente, os trechos que permitem a Microsoft monitorar HDs em busca de software e hardware falsos. A iTS instituiu o banimento na última quinta-feira (20), explicando a razão na seguinte mensagem:

Muitos de vocês devem ter ouvido que ou lido as terríveis novas políticas de privacidade do Windows 10 recentemente. Infelizmente, a Microsoft decidiu revogar qualquer tipo de proteção de dados e submeter qualquer coisa que eles possam adquirir não apenas para eles mas para outros também. Um destes outros é uma das maiores empresas anti-pirataria chamada MarkMonitor. Entre outras coisas, o Windows 10 envia conteúdo do seu disco local diretamente para um dos servidores desta empresa.

Obviamente, isso passa dos limites e apresenta sérias ameaças a sites como o nosso e é por isso que tomamos algumas medidas. Desde a última quinta-feira, Windows 10 está oficialmente banido da iTS. Os membros usando o sistema serão redirecionados automaticamente para um vídeo que explica detalhes estes perigos para esclarecer o maior número de pessoas possível.

O Windows 10 teve alguns problemas em compartilhar informações demais, desde enviar senhas de Wi-Fi para os seus contatos, até gravar dados do uso do teclado de gente que digita cuidadosamente demais. A pior mudança vem em concordar com os serviços, um documento que cobre o uso de serviços como Cortana, Skype e Xbox Live.

“Nos poderemos checar automaticamente a versão do seu software e baixar atualizações ou mudanças de configuração, incluindo aquelas que lhe previnem de acessar os Serviços, jogar jogos falsificados, ou usar hardwares não autorizados”.

Se você está lendo isso com o seu chapéu de papel alumínio, sim, você pode concluir que a Microsoft está escaneando o seu HD para buscar por uma cópia falsa de Call of Duty. Mas é possível que esse texto exista cobrir os serviços do Xbox, que busca por jogos falsos.

Mais importante ainda é o fato de que não existem evidências de que a Microsoft está enviando detalhes dos seus dados e aplicativos para os servidores para análise. Mas todos os fatos do mundo não importam se todo mundo está preocupado com a Microsoft roubando suas informações para que você possa usar o Windows. [TorrentFreak]