Os relógios Pebble atingiram a marca de 1 milhão de produtos vendidos. O relógio de tela e-paper desenvolvido via crowdfunding ganha espaço no mercado de smartwatches, e consegue se manter como favorito diante de gigantes como Google e Apple. O corte no valor, de $150 para $100, e as novas funções dadas ao aparelho — como o monitoramento de atividades físicas — ambas inseridas em setembro do ano passado, são algumas das razões que fizeram a marcar atingir a milionésima venda, dobrando os números que foram divulgados em março de 2014.

Eric Migicovsky, CEO do Pebble, afirma que novos produtos e uma atualização de software serão revelados ainda em 2015. “Não se parece com nada que se tem hoje no mercado, e não se parece com o que você já encontra nos smartphones”, afirma ele. Migicovsky se refere à tecnologias concorrentes da Apple e Google, que focam em aplicativos parecidos ou já existentes nos celulares. Será que o Pebble conseguirá convencer as pessoas que não veem motivos práticos para se comprar um smartwatch?

Seis meses após o lançamento, o Google ainda não divulgou nenhum número das vendas do Android Wear, tecnologia disponível em smartwatches da Motorola, Samsung, LG, Sony e Asus. A Samsung enviou ao mercado 800 mil exemplares do seu smartwatch Galaxy Gear em 2013 e não divulgou números atualizados desde então. Agora resta ver se a Pebble encontrará desafios com o lançamento do relógio da Apple, planejado para abril. Além disso, a empresa busca ganhar a confiança dos desenvolvedores facilitando a criação de aplicativos para a plataforma, como o emulador web que permite testar aplicativos sem a necessidade de instalar softwares. Esta função é particularmente interessante para concorrer com as novas gerações de aplicativos do Android Wear, que devem chegar ao mercado ainda este ano.

O relógio Pebble foi desenvolvido em uma das campanhas de maior sucesso do Kickstarter. Com meta de singelos 100 mil dólares, a campanha terminou em maio de 2012 com mais de 10 milhões de dólares, patrocinados por 68.929 compradores. A plataforma já possui 6.000 aplicativos criados por de cerca de 25.000 desenvolvedores de todo o mundo. Os relógios estão disponíveis em dois modelos, o convencional, fundado pela plataforma de crowdfunding e o Steel, com corpo de aço inoxidável e botões físicos.

[Via The Verge]