Como esperado, a Snap Inc. (companhia conhecida antes como Snapchat), apresentou os documentou para a abertura da oferta pública inicial (IPO). De acordo com os arquivos, a Snap Inc. está buscando US$ 3 bilhões na bolsa e irá se avaliar entre US$ 20 bilhões e US$ 25 bilhões.

• Como a estreia do Twitter na bolsa de valores afeta os usuários
• Nubank recebe investimento de US$ 80 mi para aumentar base de clientes

O IPO do Snap já está sendo considerado um dos maiores entre as empresas de tecnologia em anos, com diversos comentaristas e especialistas esperando que ele seja tão impactante quanto a do Facebook. E veja, não há dúvida que o CEO Evan Spiegel vá conseguir fazer uma boa grana disso.

Mas analisando os documentos, também fica claro que a Snap Inc. tem muita mais coisa em comum com o Twitter, quando se tornou uma empresa de capital aberto em 2013, do que com o Facebook.

Primeiro, o Snap está perdendo um monte de dinheiro. O arquivo mostra que a empresa perdeu US$ 514,6 milhões em 2016. Eles conseguiram US$ 404,4 milhões em receitas nesse mesmo período, muito mais do que os US$ 58 milhões que tinham atingido em 2015 (um aumento significativo de 6 vezes), mas precisou gastar rios de dinheiro para fazer tudo funcionar. Enquanto a receita aumentou tudo isso, as perdas dispararam também. O Snapchat tinha perdido US$ 372,9 milhões em 2015.

Como Shira Ovide da Bloomberg apontou no Twitter, é notável que o custo da receita para o Snapchat foi muito mais do que a receita em si.


Não tenho certeza se já vi uma empresa de capital aberto como o Snapchat, onde o custo da receita é maior do que a receita. Doideira.

Para efeito de comparação, quando o Facebook se tornou aberto, ele já bastante rentável, coisa de um bilhão de dólares. Twitter, quando abriu o IPO em 2013, também tinha acumulado centenas de milhões de perdas, mas essas perdas eram menores do que sua receita do ano. Groupon foi outra empresa que tinha uma grande receita, mas grandes perdas. Tanto o Groupon quanto o Twitter conseguiram se tornar rentáveis, mesmo anos depois de terem aberto o capital.

Como é da natureza desses tipos de processo, o Snap tem que admitir que “talvez nunca atinja ou mantenha a lucratividade”.

Pelo lado bom, o aplicativo tem 158 milhões de usuários ativos, o que é mais do que o Twitter tinha em 2013, mas muito menos do que o Facebook na época de abertura. E o Instagram agora, tem mais usuários ativos do que o Snapchat. Além disso, o Instagram continua a roubar as melhores funções do Snap.

Durante anos eu venho me perguntou se o Snapchat vai se tornar um Facebook ou um Groupon. Os resultados financeiros fazem parecer que será um Groupon.

Imagem do topo: Getty