Todo mundo grava vídeos hoje em dia – seja pelo smartphone na sua mão ou pela GoPro presa na sua cabeça – e isso significa que muita porcaria é gravada hoje em dia. Agora, um novo software criado na Universidade Carnegie Mellon pode editar automaticamente a parte chata de um vídeo e deixar você assistir apenas o que há de interessante.

O software, chamado LiveLight, avalia constantemente a ação em um vídeo. Ele tenta identificar novidades visuais, e marca trechos repetitivos ou sem eventos para quem for editar o vídeo mais para frente. Ele meio que produz um trailer com as imagens que você gravou – apenas as melhores partes.

Obviamente, ele não oferece uma edição profissional – apenas separa os clipes de interesse – mas a ideia é ajudar pessoas a encontrarem as imagens que precisam dentro de grandes arquivos capturados com as câmeras que estão sempre com elas. Então pode ajudar a encontrar o melhor momento gravado com a sua GoPro, e, mais útil ainda, identificar uma invasão a partir de imagens de circuitos de câmeras. E é exatamente isso o que os pesquisadores sugerem:

“Uma aplicação particularmente legal é usar o LiveLight para automaticamente vasculhar automaticamente vídeos de, digamos, uma GoPro ou Google Glass, e rapidamente fazer upload de pequenos trailers para as mídias sociais. O processo de sumarização evitaria, assim, gerar custos de dado de internet e edição manual tediosa em vídeos longos.”

A edição ocorre quase em tempo real, e o pode demorar entre uma e duas horas para processar cada hora de imagem, o que não é ruim. Abaixo colocamos um exemplo do resultado produzido para você conferir.

É uma ideia bem interessante – e o tipo de coisa que imaginamos saindo de algum recurso inteligente para conteúdo capturado através do seu smartphone. [Carnegie Mellon University via Network World ]

Imagem via filmingilman sob licença Creative Commons.