O aparelho é fantasticamente simples: no seu modo retrato, você tem um livro aberto com duas telas no lugar das páginas. Virando a 90 graus, a tela de "baixo" vira um teclado virtual, o que o permite ser usado como um netbook. Ergonomia interessante, com certeza.

E um detalhe: o aparelho teria um "receptáculo carregador solar no corpo" e seria "conectável a carregador solar para recarregar uma bateria no corpo". A Sony não apenas está pesquisando um novo formato de aparelho com duas telas, como também quer fazê-lo alimentado a energia solar.

Mas como é possível que um aparelho com processamento intensivo seja alimentado por energia solar? Podemos achar uma pista para isso na direção que a patente especifica que o aparelho seria mais um leitor de eBooks do que algo todo multifuncional como o Courier. No que diz respeito a patentes isso não quer dizer muita coisa, já que o produto pode ser diferente da descrição da patente dele, mas certamente não seria esperto da parte da Sony querer usar energia solar para qualquer aparelho que faça muito mais do que uma calculadora de bolso. [Patent Office via GoRumors via CrunchGear]