O smartphone mais potente da Sony até então era o Xperia X Performance. Isso mudou hoje: conheça o Xperia XZ (que nome!), um pouco maior e um pouco melhor.

Moto Z Play traz conector para fones de ouvido e módulo de câmera Hasselblad
Asus ZenWatch 3 promete solucionar um dos maiores problemas dos smartwatches

Por dentro, ambos são bem semelhantes: processador Snapdragon 820, 3 GB de RAM, até 64 GB de armazenamento expansível por microSD.

No entanto, o Xperia XZ traz uma tela Full-HD ligeiramente maior de 5,2 polegadas; uma bateria ligeiramente maior de 2.900 mAh; além de uma porta USB Type-C.

sony ifa 2016 (5)

O aparelho é resistente à água e possui um acabamento acetinado – ele é feito de um metal tratado especialmente com uma base de alumínio.

Os reais avanços estão na câmera de 23 megapixels: ela possui estabilização de imagem de cinco eixos; um sensor RGB que ajuda no equilíbrio do branco, evitando tons excessivamente quentes ou frios; e autofoco híbrido com laser. A câmera frontal de 13 megapixels também tira fotos melhores, oferecendo maior redução de ruído.

sony ifa 2016 (6)

A Sony também anunciou o Xperia X Compact. Ele possui tela HD de 4,6 polegadas, processador Snapdragon 650, 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento expansível por microSD.

Ele conta com a mesma câmera traseira de 23 megapixels, sensor RGB e autofoco híbrido do Xperia XZ; a câmera frontal, no entanto, tem 5 MP. Temos aqui uma porta USB Type-C e bateria de 2.700 mAh.

A Sony ainda não divulga preços, mas diz ao Ars Technica que o Xperia XZ custará mais caro que o X Performance, que sai por US$ 699 no exterior (ele não foi lançado no Brasil). O Xperia XZ chegará aos EUA em 23 de outubro; o X Compact será lançado mais cedo por lá, em 25 de setembro.

Walkman dourado

sony ifa 2016 (4)

No ano passado, a Sony usou a marca Walkman em um player de áudio de alta resolução de US$ 1.200. Hoje, ela está de volta com algo ainda mais ostentoso: o Walkman NW-WM1Z é banhado a ouro e custa US$ 3.680.

O chassi é feito de cobre, em vez de alumínio, para reduzir a interferência magnética que poderia reduzir a qualidade do som sendo gerado.

Outras melhorias incluem botões de controle mais fáceis de pressionar; componentes internos que reduzem ainda mais o ruído durante a conversão digital-analógica de arquivos de áudio; uma interface de software melhorada; e entrada dupla para fones de ouvido.

sony ifa 2016 (3) sony ifa 2016 (2)

Tudo isso é pensado para o áudio de alta resolução (HRA), que supostamente fornece uma experiência muito superior aos MP3s altamente comprimidos que baixamos ao longo dos anos.

No entanto, alguns especialistas dizem que áudio de alta resolução é bobagem. Segundo Monty Montgomery, estudos científicos não encontraram nenhuma diferença audível entre formatos 16-bit/48kHz e 24-bit/192kHz. Para ele, o HRA é “uma solução para um problema que não existe”.

Bem, se você for um audiófilo convencido das vantagens do HRA, a Sony tem vários produtos para você – incluindo este Walkman caríssimo e banhado a ouro.