Todo programador deve conhecer o Stack Overflow, uma comunidade onde você pode fazer e responder perguntas, e avaliar as respostas dadas sobre C#, PHP, Java ou qualquer outra linguagem. São quase 2,5 milhões de usuários registrados, e você não precisa criar cadastro para usar a rede; mas se criar, ganha pontos e reputação de outros usuários.

Agora, o Stack Overflow está disponível em português. Como deixa claro o anúncio oficial, “não se trata de um clone em português do site original, mas sim de uma comunidade completamente nova”. Esta é a primeira versão internacional do site. A novidade foi bem recebida por alguns… e criticada por outros.

O Stack Overflow em português não traz perguntas traduzidas da versão em inglês: é um espaço para lusófonos – não só brasileiros – trocarem experiências e oferecerem ajuda. Se você já usava o SO, deve ter pontos de reputação e badges acumulados ao longo dos anos; mas eles não serão transferidos para a versão em português, que opera de maneira independente.

Por isso, os críticos dizem no post oficial que isso vai levar a meras traduções de respostas, em vez de conteúdo original, porque os usuários querem acumular pontos e badges. E Stack Overflow não é Google Translate.

Mas ei, a atividade no site já é muito boa: as perguntas feitas hoje de manhã logo receberam respostas bem completas, que nem de longe se assemelham a traduções do inglês. Afinal, a versão em português não começou ontem: ele ficou semanas em beta privado.

stack overflow portugues 2

Outros dizem que isto vai fragmentar a comunidade. Até então, você tinha certeza que encontraria respostas em inglês; agora elas podem aparecer em outra comunidade, em outro idioma. Poderia haver uma forma de pesquisar em todas as versões do SO, com tradução automática, mas isso não existe ainda.

Só que o Stack Overflow ainda está em beta: é um novo projeto, que pode ser modificado ou cancelado se for má ideia. Aliás, é uma boa ideia começar com o português: há muitos programadores, mas poucos países – o que minimiza variações do idioma.

E, principalmente, os críticos dizem que, se você quer programar, tem que aprender inglês. Diz um deles: “todos os blogs, sites de programação, documentação de API, documentos da biblioteca, absolutamente tudo está em inglês”. Ela já é a língua franca, então por que criar uma comunidade em outro idioma?

No entanto, quem gostou da novidade aponta que isso não é tão simples assim. Aprender inglês de forma fluente, para não apenas ler como escrever, exige muito tempo e trabalho – especialmente se você já for adulto. Por que isso deveria ser uma barreira a aprender programação?

Em países como o Brasil, há muitos novos desenvolvedores que não falam inglês, e existem comunidades locais fortes para se discutir programação – isso pode ser transferido para o Stack Overflow. Além disso, há questões locais específicas, envolvendo “Nota Fiscal Eletrônica” ou “certificado digital da ICP-Brasil”, que podem ser melhor respondidas em português.

A versão em inglês já acumula 6,5 milhões de perguntas. A comunidade em português ainda não chegou às 600; mas esperamos que este número cresça, e rápido. Visite-a clicando aqui. [Stack Exchange Blog via Tableless]