O que é mais impressionante na tela sensível ao toque acima, que sabe exatamente qual o ângulo do seu dedo ao tocar na tela, é que é o mesmo hardware que já está em qualquer smartphone no mercado atualmente. As habilidades especiais são todas ativadas por software, o que significa que seu aparelho já é capaz disso.

A Apple quer que você pense que qualquer coisa mais avançada que um toque precisa de um novo hardware revolucionário — e, consequentemente, que você precisa trocar de smartphone. Mas um grupo da Universidade Carnegie Mellon chamado Qeexo pode ter dado um touché nas capacidades do 3D Touch dos novos iPhones — e, em vez de trocar de aparelho, você pode precisar apenas de uma atualização. Legal, não?

Os pesquisadores por trás do FingerAngle desenvolveram um algoritmo inteiramente novo que permite que o smartphone estime a posição do dedo, em 3D, à medida que ele entra em contato com a tela. Isto inclui o ângulo em relação ao display e também qualquer rotação do dedo enquanto ele mantém contato com a tela.

É sutil, mas a forma da superfície do dedo quando pressionado contra a tela é bem distinta e varia de acordo com a parte que está fazendo contato e o ângulo do dedo. E é nisso que os pesquisadores se baseiam para determinar a orientação do dedo em relação à touchscreen.

Mas no que isso pode ser útil? Para fazer rotações na tela atualmente, você precisa mover dois dedos, mas em telas minúsculas como as de smartwatches, por exemplo, mal tem espaço para uma única ponta de dedo.

1521460119398943636

Graças a este novo algoritmo, os smartwatches podem detectar um dedo sendo girado enquanto em contato com a tela, mesmo que o dedo não mude de posição na tela. isto não é útil apenas para rodar imagens, mas também para botões como o de controle de volume, por exemplo.

Mas não vamos esquecer o potencial que o recurso tem para revolucionar os jogos de plataformas móveis. Em vez de usar controles escorregadios na tela, os jogadores poderiam simplesmente apontar o dedo na tela, e o ângulo para onde eles querem acertar.

Não há um prazo ou cronograma para você começar a ver o FingerAngle como recurso padrão no Android ou no iOS. Mas, como tudo é cumprido usando apenas truques espertos de software, não há motivo para duvidar que alguns apps com a função comecem a aparecer nas lojas. Tudo vai depender de quem vai querer pagar e ter dinheiro para licenciar esta tecnologia primeiro.

[Qeexo]