A Tim deu início a um projeto que testará, inicialmente apenas em duas cidades, uma solução de pagamento via smartphones, usando NFC. A empreitada acontece em parceria com o Itaú Unibanco e a Gemalto, empresa de soluções em segurança digital. Se tudo correr bem, clientes da operadora já poderão pagar a conta do happy hour usando o celular a partir do segundo semestre.

No momento, são 100 restaurantes credenciados na Barra da Tijuca (RJ) e Jabaquara (SP), bairros das cidades onde ficam, respectivamente, as sedes da Tim e do Itaú. Pessoas selecionadas pelas empresas receberam smartphones com a tecnologia NFC para testarem o sistema de pagamento nesses locais. No caso, o smartphone atua como ponte entre o estabelecimento comercial e o cartão de crédito TIM Itaucard (disponível desde o final de 2011). Os gastos aparecem na fatura do cartão, como se tivessem sido pagos usando o mesmo.

A Gemalto entra nessa história fornecendo a solução Trusted Services Management (TSM) que faz o meio de campo entre operadora, cartão de crédito e estabelecimentos comerciais, tudo de forma segura e com a possibilidade de instalar novos serviços remotamente. A Tim disse, em nota, que é a primeira operadora a trazer esse sistema para o Brasil — embora não seja a primeira a experimentar soluções de pagamento via NFC; ano passado a Nokia fez isso com o N9 e o PagSeguro.

Como é um projeto de testes, a intenção é ganhar expertise e identificar fraquezas da solução. Dependendo de como essa primeira fase rolar, Tim e Itaú pretendem expandir e oficializar o sistema de pagamentos móveis já no segundo semestre. O dia em que você só precisará do celular para sair de casa e pagar a conta do barzinho está mais próximo.