Thomas Blanchard não pinta como os artistas normais. Em vez de minuciosamente aplicar cores a uma tela com um pincel, ele despeja galões de tintas de cores vivas em um tanque gigante repleto de óleos e outros líquidos, produzindo cachoeiras psicodélicas de cor que nunca seriam expostas em uma galeria de arte.

Seus experimentos coloridos são, em vez disso, documentados em vídeo, por meio de uma série de curtas que agora inclui Myst, trabalho que acrescenta formas genéricas e letras à mistura, criando obstáculos sobre os quais as avalanches de tinta caem em cascata. O resultado é lindo de se ver, mas não consigo evitar imaginar quem é que limpa toda a bagunça resultante disso.

[Vimeo]