Você já teve a impressão de olhar para o céu e ver um monte de satélites artificiais? Se você já teve, foi só impressão, você não consegue enxergar. Mas o artista Michael Paukner olhou (para um monte de estatísticas, na verdade) e fez esse sensacional infográfico que mostra quantos satélites cada país tem (incluindo os que não funcionam) e quanto de lixo espacial as nações produziram.

(clique na imagem para vê-la maior) 

A Rússia, como você poderia esperar, tem um monte de satélites que não estão funcionando mais. A China é responsável por um surpreendente número de lixo espacial, apesar de eu não ter muita certeza do que isso significa. Pedaços de satélite? Estágios de foguete? Ferramentas de astronautas? Seja o que for, os EUA, é claro, são responsáveis pela maior quantidade de lixo. O Brasil aparece com alguns satélites de comunicação, e mais alguns científicos, incluindo os três lançados em cooperação com a China

Ver o tanto de satélites quebrados que continuam em órbita instantaneamente me fazem lembrar da cena em Wall-E que mostra a Terra envolta em uma camada de lixo tecnológico. Tomara que não cheguemos a isso.

Você pode ver muito mais infográficos geniais de Michael Paukner, o autor deste aqui. Dá uma olhada no Flickr dele para mais coisas relacionadas ao espaço e dados com figurinhas em geral. [Michael Paukner via We Love Dataviz]