A Toshiba anunciou hoje o Libretto W100, um "PC ultramóvel" com duas touchscreens que não é exatamente um tablet e nem um netbook. Na verdade, é um gadget bem curioso.

O Libretto tem especificações até que decentes para um ultraportátil: processador Pentium U5400 de 1,2GHz,  2GB de RAM DDR3, drive SSD de 62GB, entrada USB e entrada para cartão microSD. Mas esse formato não tem igual, abrindo-se para revelar duas telas multitoque de 7 polegadas. As telas podem ser usadas em conjunto ou de forma independente: ou seja, uma página da web pode se expandir nas duas telas, ou ficar na tela de cima enquanto você usa a tela de baixo para ler seus e-mails, documentos ou para usar o teclado virtual.

Falando em teclado, o Libretto tem seis opções diferentes de teclado para você escolher, incluindo uma versão de teclado dividido em dois que parece bem mais confortável de usar que a solução que vimos para o iPad, por exemplo.

Então parece ser bem legal! Mas ele serve pra quê? Minha primeira impressão do W100 é que ele é mais uma prova de conceito que um produto de verdade, e o fato de que ele será lançado em um "número limitado" indica que a Toshiba pode estar achando a mesma coisa. Mesmo que seja apenas um gadget curioso, é um gadget admirável. E um gadget que pode indicar o futuro da computação móvel mais do que você imagina. [Toshiba]