Alguém na Boeing está num baita período Kubrick, como ficou claro nos novos trajes espaciais feitos para os astronautas da Boeing Starliner. Os uniformes azuis, revelados nesta quarta-feira, combinam um estilo retrô com um toque de modernidade.

• As primeiras imagens enviadas pelo satélite meteorológico mais poderoso do mundo
• A sonda Cassini nos presenteou com uma rara imagem desta pequena lua de Saturno

Os uniformes, aliás, parecem uma versão suavizada do traje espacial azul de 2001: Uma Odisseia no Espaço. Confira esta imagem do filme:

2001-1

E este brinquedo, baseado nos trajes do filme:

zulzrfgalso3nuzkls4b

Eeeee aqui está o ex-astronauta Chris Ferguson exibindo o novo traje da Starliner:

Starliner Space Suit_MCF16-0049 Series

Quase a mesma coisa! A grande diferença é que os uniformes de 2001 tinham capacetes maiores, com viseiras inclinadas, enquanto os novos trajes da Starliners têm uma viseira arredondada de vidro bem legal que lembra os tempos das missões Apollo. Mas nem tudo é sobre o visual.

“A parte mais importante é que o traje te manterá vivo”, disse o astronauta Eric Boe, em comunicado à imprensa. “É muito mais leve, tem um encaixe melhor e é mais simples, o que é sempre bom. Sistemas complicados têm mais maneiras de se quebrar, então simplicidade é melhor em algo assim.”

nasa-suits

Embora não dê para saber como os uniformes se sairiam contra um robô maníaco, eles são equipados o bastante para aguentar as condições da Starliner, que levará astronautas à Estação Espacial Internacional em 2018. Algumas das novas características incluem um capacete melhorado, que é acoplado ao traje, luvas sensíveis ao touchscreen e ventilação embutida.

nasa-suits-2

A Boeing foi meticulosa nos detalhes do traje. Os astronautas receberam instruções para fazer uma espécie de ritual de exercício aeróbico de jazz dentro e fora de um modelo da Starliner, para testar o conforto e a flexibilidade. E funcionou.

“O traje espacial age como um backup de emergência para os redundantes sistemas de suporte vital”, afirmou Richard Watson, gerente de subsistema para trajes espaciais do Programa de Tripulação Comercial da NASA. “Se tudo ocorrer perfeitamente em uma missão, então você não precisará de um traje. Como ter um extintor de incêndio próximo à cabine. Você precisa que seja efetivo se for necessário.”

Os novos uniformes vão tornar obsoletos seus antecessores mais volumosos — os trajes de lançamento e entrada. E não faz mal a ninguém que eles sejam bonitos. Dá uma olhada nos astronautas caminhando com seus novos trajes ao som de um EDM espacial da Boeing: