Uma mulher com útero transplantado deu a luz a um saudável bebê em um hospital de Dallas, Texas. É o primeiro caso de transplante de útero bem sucedido nos EUA, e um grande passo na batalha contra a infertilidade.

Conforme aponta a revista Time, o parto ocorreu no Centro Médico da Universidade Baylor, em Dallas. O sexo, peso e exata hora de nascimento do bebê não fora divulgados, e a nova mãe, junto do marido, preferem manter o anonimato. Uma enfermeira de 36 anos que já é mãe de duas crianças foi a doadora do útero, que foi transplantado como parte de um teste conduzido pelo instituto de pesquisa Baylor Scott & White.

É a primeira vez que um bebê nasce de útero transplantado nos EUA, com diversos casos anteriores registrados com sucesso na Suécia, no hospital universitário da Universidade Sahlgrenska, em Gotemburgo. A cirurgiã responsável pelo transplante Liza Johannesson, que fez parte da equipe do Baylor Scott & White, esteve envolvida nos primeiros transplantes de útero da Suécia.

É necessário uma comunidade para transplantar um útero: a equipe médica da Baylor (Imagem: Baylor Scott & White)

Transplantes de útero representam uma nova opção para o tratamento de infertilidade para mulheres em que o útero não funciona adequadamente ou é inexistente. Baylor, que lançou o programa de transplante uterino ano passado, completou oito dos dez transplantes planejados. Dos transplantes já feitos, três falharam.

O procedimento excepcionalmente complexo leva cerca de dez horas – cinco horas para remover o útero saudável da doadora, e mais cinco horas para efetuar o transplante. Uma vez que a cirurgia é bem sucedida, é necessário iniciar uma fertilização in vitro para impulsionar a gravidez, já que os ovários não são conectados ao útero transplantado.

Antes do transplante, a mãe em potencial recebe medicamentos de fertilização para cultivar os ovos, que então são fertilizados e os embriões resultantes deste processo são congelados. O útero e o colo do útero são removidos da doadora e transplantados a paciente receptora. Depois da recuperação (que leva cerca de um ano), os embriões são transplantados e se dá início a gravidez.

O primeiro nascimento bem sucedido de um útero transplantado ocorreu em setembro de 2014, quando uma mulher de 35 anos recebeu um útero de uma doadora de 61 anos. Ano passado na Cleveland Clinic, o primeiro útero transplantando nos EUA falhou depois que a paciente desenvolveu uma infecção urinária.

[Baylor Scott & White HealthTime]