Além das séries de TV oferecidas de forma alternativa na internet, há as opções oficiais em sites de streaming. Mas é possível ir além: Netflix e Hulu já produzem séries originais, e a Amazon vai fazer o mesmo. O chefe da Amazon Studios, Roy Price, diz ao All Things D que vai pagar até US$55.000 por cada um dos programas, que “devem se parecer com programas ‘de verdade’ para TV”.

Funciona assim: aspirantes a criador de série podem enviar sua ideia para a Amazon aqui. Uma vez por mês, eles vão comprar por US$10.000 os direitos de um show novo, que ficará entre os candidatos a serem produzidos. Se a série virar realidade, eles pagam US$55.000 mais royalties.

E o que a Amazon exige? Uma descrição do seu programa, com cinco páginas, e um roteiro. Se a Amazon gostar, eles retornam em 45 dias.

Vale lembrar que a Amazon já tem um serviço de streaming de séries (e filmes), o Amazon Instant Video – pelo qual, inicialmente, serão exibidas as séries. A Amazon Studios, criada em 2010, começou com foco em produzir filmes, desenvolvendo-os com grandes estúdios como a Warner Bros.

Ao criar séries originais, a Amazon segue os passos da concorrência. O Netflix tem a série original Lilyhammer, disponível inclusive no Brasil, e está produzindo uma nova temporada da série Arrested Development, exibida originalmente no canal Fox de 2003 a 2006. A nova temporada deve estrear em 2013. O Hulu também produz diversas séries originais desde ano passado, como o programa A Day in the Life e o drama político Battleground. [Amazon via AllThingsD]