A fabricante coreana UMID lançou o mbook M1, um MID por US$ 599.

Ocupando o estranho espaço entre um smartphone e um netbook, o mbook M1, como o Viliv S5, junta componentes comumente encontrados em netbooks em um equipamento diminuto, mas ainda muito grande para ser colocado no bolso. É um design legal, e o preço é justo, mas os comprometimentos feitos pela portabilidade podem incomodar alguns. Tudo foi miniaturizado: a saída de fone de ouvido é de 2,5 mm, em vez do padrão de 3,5 mm; o leitor de cartão de memória aceita apenas micro-SD, não o SD padrão; e ele inclui apenas uma porta mini-USB, o que pede um adaptador para a conexão de outros aparelhos. A versão de 16 GB sai por US$ 599; com o dobro de armazenamento, o preço aumenta US$ 150.

umidm1umidm1umidm1umidm1umidm1umidm1umidm1umidm1

O mbook M1 vem com Windows XP, Intel Atom a 1,33 GHz, SSD de 16 ou 32 GB, 512 MB de memória e touchscreen de 4,8” com uma boa resolução de 1.024 x 600. Em resumo, tem basicamente as mesmas entranhas do Viliv S5, mais um teclado e portas fora do padrão. Pequeno, sim, mas se você não gosta de MIDs, o mbook M1 não fará com que comece a gostar. [Dynamism]