Pelas histórias que ouço, não sei quão diferente é a política aqui. Pela pesquisa, mesmo quando o uso é permitido, para muitos empregados isso não significa que está tudo bem, já que 44% das empresas têm políticas de uso que se estendem até mesmo ao que o empregado publica mesmo em casa, quando não está trabalhando.

As informações são da empresa de e-learning Mindflash, e evidenciam o modo arcaico como muitas empresas ainda enxergam o uso das ferramentas de comunicação e informação modernas. É claro que em alguns casos específicos pode ser preciso, talvez até recomendado, manter um olho aberto para o comportamento digital de algum funcionário, mas é preciso lembrar que sites como Facebook, Twitter, Orkut e LinkedIn não são apenas formas de entretenimento, mas também, ao menos nas mãos certas, de pesquisa, busca de informações, ampliação de horizontes, construção de contatos importantes e discussão de ideias.

Veja a parte mais interessante do infográfico com o resultado da pesquisa – a versão completa você pode acessar aqui.

Como é a política de uso de redes sociais na sua empresa?