Os fios escondidos atrás da sua estante na sala provavelmente são uma bagunça: várias cores, entrelaçadas com diversos conectores, levando a diferentes lugares. Ver o cérebro em detalhes é mais ou menos assim – porém seu caos é bem mais bonito.

Basta conferir a varredura 3D acima, que mostra as sinapses: ou seja, os espaços em que o neurônio (estrutura em vermelho) conversa com os outros.

O vídeo completo, da National Geographic, mostra como isto nos permite entender como os neurônios se conectam, e como se comunicam com os outros. O trabalho é de Jeff Lichtman e sua equipe da universidade Harvard.

Para começar, os pesquisadores obtêm camadas superfinas do cérebro de ratos: uma amostra com 1 mm de espessura permite obter 33.000 camadas.

neuron connection 2

Depois, quando vistas na sequência, elas criam a animação acima. Não se trata do cérebro ao longo do tempo, e sim ao longo do espaço: os componentes maiores são os neurônios; os outros são os dendritos, prolongamentos dos neurônios.

Para mapear as células do cérebro, os cientistas associam uma cor aleatória a cada neurônio e dendrito. Reunindo as camadas, eles criam o modelo 3D que vimos acima. Dessa forma, é possível ver como eles conversam entre si.

Isso tudo é muito fascinante porque ainda sabemos muito pouco sobre o cérebro. É a coisa mais complicada que temos no corpo – então claro que visualizá-lo é incrível. Saiba mais aqui: [National Geographic]