Usar o Aerogarden para cultivar plantas sem a necessidade de solo é certamente uma idéia inteligente, mas o produto não é exatamente elegante para o ambiente urbano. Nós gostamos mais deste conceito.

Projetado pela designer Gabriela Mombach, a Estufa Doméstica da Broto faz plantas germinarem por meio do método aeropônico (no qual as raízes são umedecidas por uma névoa de nutrientes, substituindo o solo), constantemente medindo o pH, temperatura, nutrientes e umidade. Uma fileira de LEDs auxilia na fotossíntese enquanto mantém a alça do vaso fria ao toque.

Certamente não é o método mais caloroso de infundir a vida vegetal no seu lar (coisa de menina, diga-se de passagem), mas isso certamente manteria a sujeira longe dos seus eletrônicos. [Coroflot via Unplggd]