Você já assistiu com a gente vários vídeos timelapse do céu à noite. Mas, em uma reviravolta surpreendente, o físico e fotógrafo Isidro Villó equipou sua câmera com uma lente megazoom automática, e capturou uma viagem do solo até a grande Nebulosa de Órion.

Nessa região do universo, a 1.270 anos-luz da Terra, há cerca de 700 estrelas em diferentes estágios de formação. Ela é uma das nebulosas mais brilhantes do céu, e pode ser observada a olho nu – por isso há tantas imagens de Órion feitas por fotógrafos amadores.

Mas Villó não é um deles. Ele passou dois anos desenvolvendo o equipamento perfeito para realizar esta façanha: dar zoom em um objeto extremamente distante e a um ritmo constante, enquanto mantém o foco e a exposição. Este vídeo foi gravado em Sierra Nevada, na Espanha.

Ele usou câmeras Canon 5D Mark II e Canon 450D, uma lente Sigma APO 50-500mm F4.5-6.3 com uma teleobjetiva 2x, tudo apoiado em um suporte Meade LX80 (geralmente usado para telescópios). A imagem abaixo mostra parte do equipamento, conectado a um controlador mecânico de zoom e foco.

Villó tem mais timelapses do céu noturno, que você confere aqui: [Vimeo via DIY Photography via Petapixel]

orion timelapse