A usina de energia solar Topaz, em San Luis Obispo, da Califórnia, é a maior usina de energia fotovoltaica do planeta – ela tomou o título da Ivanpah Solar Electric Generating System no final do ano passado. Nesta imagem, no entanto, parece que alguém na Estação Espacial Internacional está usando a Terra para uma partida de Tetris.

>>> A maior usina solar do mundo está matando pássaros ao derretê-los com o calor

Com cerca de 25 km², o local tem aproximadamente 1/3 do tamanho de Manhattan, o equivalente a 4.600 campos de futebol americano. A construção teve início em 2011 e a usina foi ligada e começou a produzir energia em novembro de 2014.

Ela gera 550 megawatts, o suficiente para energizar uma média de 180.000 casas. Estimativas da BHE Renewable, operadora da usina, sugerem que 550 megawatts são suficientes para eliminar o uso de 407.000 toneladas de dióxido de carbono por ano — o equivalente a 77.000 carros na rua. A NASA explica essa particularidade da usina:

Vendo do chão, é difícil compreender o tamanho da usina. Quem visita a Topaz descreve linhas intermináveis de painéis solares que se estendem pelo horizonte. Mas essa imagem de satélite, capturada em 2 de janeiro de 2015 pelo Landsat 8, ajuda a colocar o tamanho da usina em perspectiva. Os painéis solares aparecem nas cores cinza e carvão, enquanto a terra e pastagem ao redor são ilustrados em marrom e verde. A usina solar é ladeada por uma área montanhosa.

Colunas de aço seguram os módulos solares armados sobre os painéis; a estrutura mantém os módulos a 1,5 metro de altura. Fileiras de painéis são postas em formação de grandes figuras geométricas que são definidas, em parte, pela presença de estradas, leitos de rios e infraestruturas preexistentes.

E aqui está a imagem em tamanho completo, em 4000 x 4000 pixels de resolução:

IDL TIFF file

[Jesse Allen/Earth Observatory/NASA]