Como nós adiantamos aqui, o iPad funciona perfeitamente com um SIM card de dados do Brasil recortado para ficar do tamanho do MicroSIM. De olho nisso, a Vivo anunciou agora à noite que começará a comercializar o seu chip no formato próprio para o tablet da Apple.

Para quem já tem um chip de dados e quer passar a usá-lo no iPad, a vivo cobra R$ 10 pela troca. Clientes novos podem levar o chip de graça ao contratar um plano da operadora. Isso é bem legal para quem comprou um iPad 3G lá fora.

Mas peraí. Se a Vivo começou a vender os chips, quer dizer que… Não. Do Vivoblog:

Importante dizer também que a Vivo não está comercializado o iPad e não tem previsões para o mesmo.

Então tá bom. Mas hoje mesmo dá pra comprar iPads no Brasil, no MercadoLivre ou até em shoppings, por um preço bastante absurdo, claro. Isso enquanto a Anatel não chega e multa o lugar. A resolução 242 da Agência diz: "a empresa ou pessoa que vender produto não homologado que seja passível de homologação está sujeita a multa e providências para apreensão”.

Então, quem conseguir descolar um iPad 3G do exterior ou achar um criminoso vendendo, a Vivo te ajuda. [Vivo]