A internet ficou maluca com a notícia de que cientistas da computação descobriram uma forma de transmitir malwares usando sinais de áudio ultrassônicos. Se é verdade, significa que nunca estaremos seguros de hackers caso nosso computador tenha speakers e microfone. Mas não é bem assim.

Conversamos com especialistas de cibersegurança da Kaspersky Lab para descobrir quão ameaçadora essa história realmente é. É possível sim, eles disseram, que os cientistas da computação alemães que originalmente testaram a ideia de transmitir malwares usando o som tenham sido bem-sucedidos; afinal, pessoas transmitem dados por tecnologias como rádio FM há tempos. No entanto, não é como se isso fosse causar um caos completo pelo mundo.

“O problema é que o receptor precisa estar fisicamente próximo ao computador da vítima”, explicou David Jacoby, pesquisador de segurança sênior do Kaspersky Lab, ao Gizmodo. “O que eles provaram é que é possível passar dados por meios não tradicionais, mas para isso ainda é preciso que o computador da vítima esteja infectado com algum tipo de malware.”

Então hackers já precisam ter acessado seu computador fisicamente para instalar um malware e precisariam estar a alguns metrosde distância para ativá-lo. Dependendo de como você usa seu computador, isso é bem improvável de acontecer. Certamente não é algo que permite a hackers colocarem um vírus em um mainframe, como o worm Stuxnet que foi transmitido nas instalações nucleares iranianas sem a ajudade uma rede. Eles usaram um stick USB, não um equipamento super-acústico.

Claro, não é por isso que você deve baixar a guarda. Existem muitas outras formas de hackers invadirem seu computador além das ondas sonoras.

Imagem via Shutterstock / lolloj