O supercomputador Watson é sensacional: derrotou concorrentes humanos em um game-show; ajuda médicos a fornecer diagnósticos para pacientes de câncer; e agora, está prestes a fazer tudo para todos, quando estiver na nuvem e aberto ao público.

A IBM anunciou que o Watson será aberto a desenvolvedores em 2014. Eles poderão usar uma nova API aberta, que permitirá enviar ao supercomputador várias cadeias complexas de perguntas, e obter respostas em tempo real. Ele é especialista em entender linguagem natural.

De acordo com a IBM, a API em si é bastante simples. As perguntas podem ser facilmente enviadas ao Watson, processadas com algoritmos de linguagem natural, e enviadas de volta com links para conteúdo relevante no banco de dados do supercomputador.

Não é a primeira vez que a IBM pensa em colocar o Watson na nuvem, mas é a primeira vez que os desenvolvedores vão ter liberdade (quase) total em usar o supercomputador.

Claro, a IBM não oferece o Watson de graça: é preciso pagar um valor, ainda não revelado. Três parceiros já têm contratos que usarão a API, incluindo a marca de roupas The North Face, que pretende transformá-lo em um assistente pessoal no website da empresa.

Mas ele consegue ir mais longe, né – ele está ajudando a tratar pacientes com câncer! Vamos lá, desenvolvedores, explorem o Watson ao máximo. [Computerworld]