O XPS 13, primeiro ultrabook da Dell, chegou ao Brasil. Já tínhamos dado uma olhada nele durante a CES, no começo do ano, mas agora, com mais calma e informações, dá para analisar melhor a aposta da Dell para o segmento de notebooks levíssimos e poderosos criado pela Intel.

Da leva de ultrabooks que estão sendo lançados, todos bastante semelhantes entre si, o XPS 13 traz algumas características que o distingue da multidão, que saltam à vista. O acabamento é em alumínio usinado e a base de fibra de carbono. Coloque na conta uma tela revestida com Gorilla Glass e, hey, esse bicho deve ser resistente.

Outro feito da Dell é na tela, de 13,3″, encaixada em um chassi de notebook de 11,6″, segundo a empresa. A mágica atende pelo nome de “edge-to-edge” e deixa o notebook mais compacto e leve — apenas 1,36 kg. Ele é bem fino também, principalmente a tela e seus 6mm de espessura.

O restante da configuração é o que se esperaria de um ultrabook: processador Intel Core i5 2467M ou i7 2637M, 4 GB de memória DDR3 1333 MHz, unidade de SSD de 128 ou 256 GB e bateria de 47 WHr (6 células) com duração prometida de até oito horas (!). Há ainda alguns mimos bacanas, como teclado retroiluminado e algumas tecnologias apreciadas em ambiente corporativo, como a Intel Trusted Platform Module (requisito para o BitLocker, do Windows Vista/7).

O XPS 13 começa em R$ 3.799 e mesmo nessa configuração “básica” arranca suspiros. O Nagano, do ZTOP, já botou as mãos em um XPS 13 e fez o trabalho usual — destroçou o bicho para mostrar as suas entranhas, construção e desempenho. O review completo está aqui.