Depois do Facebook copiar o Snapchat e colocar uma versão do aplicativo em praticamente todas as suas plataformas – Instagram, Messenger, Facebook, WhatsApp – chegou a vez do Google entrar na onda dos vídeos curtos e o YouTube foi a plataforma escolhida para hospedar a ferramenta, mas com uma pequena e notória diferença das demais.

Chamado de Reels, o ‘Snapchat do YouTube’ funciona de forma bem semelhante aos seus concorrentes: usuários postam vídeos curtos de até 30 segundos com o celular e adicionam filtros, textos, adesivos e músicas ao material. A diferença, no entanto, fica na possibilidade de manter este conteúdo para sempre, já que ele não é automaticamente deletado depois de 24 horas, como os demais aplicativos do tipo.

Um post introdutório no blog oficial do YouTube explica como o Reels será parecido com a aba Comunidade, introduzida há alguns meses para ajudar criadores de conteúdo a manter contato com seus seguidores de maneira simples e direta, utilizando-a, por exemplo, para perguntar aos fãs qual o próximo unboxing que devem fazer ou que tipo de conteúdo eles gostariam de ver. Inclusive, a postagem destaca como a cantora Anitta compartilhou imagens dos bastidores da gravação de um clipe na aba Comunidade.

Segundo o YouTube, esta aba dedicada aos vídeos curtos é uma maneira de introduzir um novo formato de vídeo a plataforma, permitindo aos criadores se expressar e engajar fãs sem a necessidade de postar um vídeo completo.

Como Reels fica em um setor dedicado na página de criador, os usuários podem escolher se querem ou não ver este conteúdo — mas caso assistir estes vídeos se torne um hábito, o YouTube poderá destacá-los como conteúdo sugerido na página inicial.

Ainda sem data oficial de lançamento, o Reels estará disponível inicialmente em beta para criadores com mais de 10 mil seguidores selecionados, mas deve ser disponibilizado para o restante dos usuários no futuro.

[YouTube]