O Zeebo. Chegou, fez barulho, foi aprovado por Deus e mesmo assim não mostrou muito bem a que veio, nem mesmo depois de ter seu preço reduzido. Foi pedido paciência para com ele, mas mesma assim a quantidade de jogos disponíveis não prendeu muita gente. Agora o console recebeu uma linha de jogos retrô. Perdoe-nos, mas estamos meio perdidos.

O pequeno console brasileiro não dá indícios de estar indo terrivelmente bem nem aqui em seu país de origem, nem no México, onde custa até um pouco menos (cerca de R$283). Lá, ele recentemente ganhou um jogo original baseado em um desenho animado de sucesso, o Huevocartoon. Há até uma edição especial do console com os ovos, que são engraçados (ou tem nomes engraçados, porque eu sempre leio como se o Ligeirinho estivesse falando, e isso é engraçado):

 E 

Por aqui, parece que a Tec Toy não tem ovos para lançar mais jogos ou fazê-los a um preço mais baixo. E fora a linha Zeebo Extreme, temos praticamente só remakes ou adaptações puras. Os últimos lançamentos, por exemplo são em sua maioria uma coleção de jogos antigos da saudosa Data East com nomes diferentes (tem até Joe & Mac, embora eu tenha sentido falta de Side Pocket).

A impressão que fica é que o Zeebo é isso: um console para jogar remakes, que eu tenho minhas dúvidas se são melhores (ou tão bons) quanto os originais. Você, nosso leitor, não enxerga dessa forma? Você aí, que tem um Zeebo em casa: é isso mesmo? Ou você nem reparou na escassez de jogos, tendo uma versão de Peggle em português à disposição?