Eu tenho uma playlist que nunca falha em acelerar o meu coraçãozinho. De acordo com um estudo da Universidade de Belgrado, 12 minutos diários dessa playlist pode me deixar mais feliz e saudável.

Durante um estudo de sete anos, o Dr. Pedrag Mitrovic observou os efeitos da terapia musical no coração dos pacientes. Descobriu que músicas felizes e cheias de alegria (um conceito que varia de pessoa a pessoa) podem trazer benefícios à saúde por "reduzir atividade nervosa simpática".

Basicamente umas três ou quatro músicas animadas por dia podem não ser um tratamento completo, mas trazem efeitos bons:

Pacientes que ouviam música tinham menos ansiedade, apesar do número não ser suficiente para garantir significância estatística, e reduções estatisticamente significativas na pressão sanguínea sistólica e diastólica, e batimentos cardíacos. Os pacientes que ouviram música também tiveram significativamente menos angina, falhas cardíacas, além de menores taxas de reinfartos, morte súbita e revascularização.

Em bom português, as suas músicas felizes te deixam mais calmo e menos estressado. Nenhuma novidade, claro, mas é bom ter um pouco de pseudo-ciência para comprovar algo que a gente já sabe. [theheart.org via CNET] [Foto: Adriano Agulló]