25 aeronaves bizarras que parecem não voar (mas voam!)

Engenheiros aeronáuticos, às vezes, aparecem com alguns designs revolucionários avançados inspirados incríveis malucos. Algumas vezes, estes sonhos nunca saem das pranchetas de desenho, mas em outras — e é maravilhoso quando isso acontece — eles se tornam reais. E quando estas máquinas, que parecem ter saído de algum filme de ficção científica, decolam, é como […]

Engenheiros aeronáuticos, às vezes, aparecem com alguns designs revolucionários avançados inspirados incríveis malucos. Algumas vezes, estes sonhos nunca saem das pranchetas de desenho, mas em outras — e é maravilhoso quando isso aconteceeles se tornam reais. E quando estas máquinas, que parecem ter saído de algum filme de ficção científica, decolam, é como ver uma nave transportando a humanidade para o futuro. Dê uma olhada nesses aviões incrivelmente doidos:

Stipa-Carponi, uma aeronave experimental italiana com fuselagem em forma de barril (1932)

Foto: Wikimedia Commons


Vought V-173, a “Panqueca Voadora”, um avião experimental de combate para a Marinha dos Estados Unidos (1942)

Foto: San Diego Air & Space Museum/Scribd


Blohm & Voss BV 141, um avião alemão usado na Segunda Guerra Mundial para reconhecimento tático, notável por sua assimetria estrutural incomum

Foto: wwiiaircraftphotos.com


Douglas XB-42 Mixmaster, um bombardeiro experimental, projetado para ter uma velocidade máxima muito alta (1944)

Foto: Força Aérea dos Estados Unidos


Libellula, um avião bimotor experimental britânico de asas duplas que dá ao piloto uma excelente visão para aterrissar em porta-aviões (1945)

Foto: William Vanderson/Fox Photos/Getty Images


North American XF-82. Junte dois P-51 Mustang e você terá este caça de escolta de longo alcance (1946)

Foto: Força Aérea dos Estados Unidos


Northrop XB-35, um bombardeiro experimental do tipo asa voadora desenvolvido pelas Forças Aéreas do Exército dos Estados Unidos durante e logo após a Segunda Guerra Mundial

Foto: Força Aérea dos Estados Unidos


McDonnell XF-85 Goblin, um protótipo de jato de combate, pensado para ser atirado do compartimento de bombas do Convair B-36 (1948)

Foto: Força Aérea dos Estados Unidos


Martin XB-51, o caça-bombardeiro “trijato” americano para ataque ar-terra. Note o design nada ortodoxo: um motor na cauda e dois debaixo da parte da frente da fuselagem (1949)

Foto: Força Aérea dos Estados Unidos


Douglas X-3 Stiletto, construído para pesquisar que tipo de design era necessário para uma aeronave suportar velocidades supersônicas (1953 – 1956)

Foto: NASA/DFRC


Lockheed XFV, “O Salmão”, um protótipo experimental de caça de escolta do tipo tailsitter (1953)

Foto: Força Aérea dos Estados Unidos


De Lackner HZ-1 Aerocycle, uma plataforma voadora desenhada para carregar um soldado em missões de reconhecimento (1954)

Photo: Exército dos Estados Unidos/army.arch


Snecma Flying Coleoptere (C-450), um avião francês experimental com asas em forma de anel e propulsão por turbo-reator, capaz de decolar e pousar verticalmente (1958)

Foto: Keystone/Getty Images


Avro Canada VZ-9 Avrocar, uma aeronave em forma de disco do tipo VTOL (sigla para “vertical take-off and landing”, decolagem e pouso vertical), desenvolvida como parte do projeto militar secreto dos EUA (1959)

Foto: William “Bill” Zuk/Wikimedia Commons


HL-10, uma das cinco aeronaves construídas no Lifting Body Research Program, da NASA (1966 – 1970)

Foto: NASA/DFRC


Dornier Do 31, uma aeronave experimental do tipo VTOL feita pela Alemanha Ocidental para transporte e suporte tático (1967)

Photo: amphalon


O Aerodyne, de Alexander Lippisch, uma aeronave experimental sem asas. A propulsão era gerada por duas hélices coaxiais

Foto: Revista Flying de abril de 1960


Hyper III, um veículo com corpo sustentante pilotado por controle remoto, construído no Centro de Pesquisas de Voo da NASA, em 1969

Foto: NASA/DFRC


Bartini Beriev VVA-14, uma aeronave anfíbia soviética de decolagem vertical (1970s)

Foto: Alex Beltyukov/Wikimedia Commons


Ames-Dryden (AD)-1 Oblique Wing, uma aeronave construída para fins de pesquisa do conceito de asa-pivô (1979 – 1982)

Foto: NASA/DFRC


B377PG – Super Guppy Turbine, um avião cargueiro de tamanho especial feito pela NASA, que voou pela primeira vez em 1980

Foto: NASA/DFRC


X-29, um jato de asas viradas para frente, construído pelo Centro de Pesquisas de Voo de Dryden, da NASA, como demonstração de tecnologia (1984 – 1992)

Foto: NASA/DFRC


X-36 Tailless Fighter Agility Research Aircraft, um protótipo de jato em escala reduzida construído por McDonnel Douglas e pela NASA (1996 – 1997)

Foto: NASA/DFRC


Beriev Be-200 Seaplane, uma aeronave anfíbia russa para uso geral (1998)

Foto: amphalon


Proteus, uma avião bimotor de asas duplas construído pela Scaled Composites para fins de pesquisa em 1998

Photo: NASA/DFRC


Qual sua aeronave esqusitona favorita? Poste nos comentários!

Sair da versão mobile