Todo ano, a Dyson pede que designers industriais, designers de produto e engenheiros apresentem uma solução inteligente para um problema – qualquer problema. É um pedido bastante amplo que, geralmente, resulta em algumas ideias bem fascinantes. Dê uma olhada em alguns dos melhores projetos disputando o Dyson Award deste ano.

Ontem, vimos um dispositivo que seria uma alternativa mais inteligente às tradicionais muletas. E a seguir, você vai encontrar toda uma gama de outros objetos para resolver problemas – seja queimaduras do sol, embalagens e mais. Confira mais projetos aqui.

Uma caneta marca-texto que indica quando é preciso reaplicar o protetor solar



7 Smart New Inventions (2)

O Suncayr foi criado por cinco engenheiros de nanotecnologia: trata-se de uma pequena caneta marca-texto que mostra quando você precisa de mais protetor solar.

Ela solta uma “tinta” sensível à radiação UV, mudando de cor se os raios perigosos estiverem atravessando sua pele sensível:

Uma embalagem que informa quando o alimento estragou

7 Smart New Inventions (2)

Ao comprar carne de supermercado na embalagem, nós não temos muita escolha senão confiar na data de validade para saber se ela está boa ou não. O Bump Mark, criado por Solveiga Pakstaite, quer mostrar às pessoas se a carne realmente está fresca, tudo graças à química.

Esta pequena etiqueta contém uma camada irregular debaixo de uma fina tira de gelatina. Se a carne ainda estiver boa, você não sentirá essa camada. Se estiver ruim, você vai sentir as elevações na parte inferior da etiqueta.

7 Smart New Inventions (3)

Como? Bem, a gelatina se decompõe à mesma taxa que a proteína da carne, e “imita o que o alimento na embalagem está fazendo”. Ou seja, se a carne está passada, a gelatina se torna líquida, e você sente a camada irregular – sinal de que a carne estragou.

Uma mochila que ajuda a mover pacientes acamados

7 Smart New Inventions (1)

Quem já cuidou de uma pessoa que não pode se mover sabe: ajeitar um paciente imóvel na cama é uma tarefa surpreendentemente difícil. A ideia por trás do Flipod é simplificar um pouco esse processo.

Você coloca o dispositivo abaixo do paciente, e infla uma das duas bexigas de ar: isso ajuda o paciente a sentar, ou a virar para o lado. Estas bolsas podem ser ajustadas com seus ímãs embutidos – para cuidar melhor de pessoas com escoliose, por exemplo.

7 Smart New Inventions (2)

Um dispositivo que torna um trabalho vital 100 vezes mais rápido

No leste da África, a agricultura de amendoim é uma fonte comum de renda; mas trata-se de um trabalho lento que requer muitas pessoas. É pior para quem possui alguma deficiência física, mas que poderia se beneficiar da renda.

O designer Charles Williams criou um sistema simples de manivela que torna a tarefa até 100 vezes mais rápida, graças a um mecanismo que descasca amendoins de forma automática. Ele estima que isso poderia poupar 1.980 milhões de horas de trabalho por ano.

7 Smart New Inventions (1)

Uma usina hidrelétrica barata e leve

7 Smart New Inventions (5)

“1,4 bilhões de pessoas no mundo não têm acesso à eletricidade, e delas, 300 milhões vivem perto de rios”, explica o engenheiro ambiental alemão Andreas Zeiselmair. Por isso, ele criou o Mobile Hidro, uma turbina hidrelétrica flutuante que gera energia quando está ancorada próxima a um rio ou outro local com água em movimento.

7 Smart New Inventions (3)

Um forno para países desenvolvidos que funciona com a luz do sol

7 Smart New Inventions (1)

Para muitas pessoas em países pobres, os fornos são parte crucial da vida diária, mas eles exigem combustível que pode ser caro (carvão, gás) ou difícil de obter (lenha). Por isso, o Infinity Bakery é um forno que só precisa de raios solares para assar.

Este dispositivo utiliza uma grande antena parabólica para concentrar os raios, criando calor suficiente para sustentar o cozimento a 100 graus apenas com o sol. Segundo o engenheiro Keno Mario-Ghae, cada forno leva apenas dois dias para ser construído.

Uma incubadora inflável que pode funcionar movida a bateria de carro

7 Smart New Inventions (4)

As incubadoras podem custar mais de US$ 50.000. Em campos de refugiados em todo o mundo, onde nascem 1.000 novos bebês para cada 100 mil mães, não dá para ter uma dessas, tanto do ponto de vista financeiro como funcional.

Em vez disso, a incubadora MOM pode ser achatada para o transporte, e depois expandir-se e inflar para uso. Ela é fácil de usar, e pode operar usando praticamente qualquer fonte de energia disponível – como baterias de carro, de acordo com o designer James Roberts.