O Android Police colocou as mãos em uma versão do que pode ser o futuro “Facebook Phone” a ser apresentado nesta semana. E por mais que pode ter um dispositivo físico sendo anunciado, parece que o “Facebook Home” é um launcher customizado destinado a vários aparelhos.

Os dados revelam muitas informações sobre o hardware que devemos ver na quinta-feira. De acordo com o Android Police, a ROM vazada foi claramente feita com o HTC Myst em mente, com tela de 4,3 polegadas, Android 4.1.2 e o HTC Sense 4.5. O hardware mid-range é meio desanimador, mas faz sentido que o Facebook esteja mirando no mercado de massa com isso. Pelo menos no começo.



Com relação às funcionalidades do Facebook, a APK inclui uma versão especial e melhorada do app do Facebook que não está disponível em nenhum outro lugar. Os poderes bônus incluem a habilidade de mudar as configurações do sistema, ativar e desativar Wi-Fi, desbloquear a tela, e criar janelas de diálogo que podem aparecer por cima de outros apps. Em outras palavras, o tipo de coisa que você espera que um launcher competente faça.

Mas isso é apenas o começo. Por mais que pareça que o Myst é o primeiro smartphone real do Facebook, outros detalhes sugerem que as funcionalidades são destinadas a muito mais aparelhos. O Android Police encontrou permissões para o Touchwiz enterradas nos códigos, assim como referências ao launcher stock, o que sugere que o launcher estará disponível na Play Store cedo ou tarde.

Considerando tudo isso, parece bem provável que o Facebook anuncie um telefone físico na quinta-feira, um com o Facebook tão integrado para parecer o sistema operacional. Mas o aparelho é só o começo do que a experiência do Facebook pode ser em outros Androids por aí. Quer um Facebookfone? Pode ser que você já esteja segurando um. [Android Police via The Verge]