Quem usa Windows Phone e os serviços do Google (Gmail, Agenda e contatos) se viu numa sinuca de bico recentemente, quando a empresa de Mountain View anunciou o fim do suporte a ActiveSync. Isso significa que a sincronia dos dados dos serviços do Google com o sistema móvel da Microsoft seria coisa do passado. Digo, ainda será, mas a dobradinha ganhou uma sobrevida enquanto a Microsoft atualiza o Windows Phone.

No final do mês passado, o Google anunciou que deixaria de oferecer o Google Sync, que permite que os dados do Gmail, Agenda e contatos sejam sincronizados via protocolo ActiveSync. A alternativa para esses casos, sugerida e incentivada pelo Google, é usar os protocolos abertos CardDAV e CalDAV. Problema? O Windows Phone não dá suporte a eles.

Inicialmente a Microsoft sugeriu que os usuários afetados pela mudança migrassem de corpo e alma para o Outlook e demais soluções da casa. Depois, pediu mais tempo para o Google e prometeu trabalhar em uma atualização para o Windows Phone que dará suporte aos protocolos citados acima. Surtiu efeito, e aos quarenta e cinco do segundo tempo o Google informou que estenderá o suporte ao ActiveSync por mais seis meses. O plugue só será puxado da tomada no dia 31 de julho, o que se traduz em um prazo bem grande para a Microsoft arrumar as coisas no seu sistema.

Respire aliviado, dono de um Windows Phone que usa serviços do Google. Pelo menos por mais seis meses. [Microsoft. Valeu pela dica, Anderson Pimentel!]