Já ouvimos as respostas de Apple e Samsung à decisão judicial sobre a briga de patentes entre as duas na última sexta. Mas há um terceiro envolvido que sentiu o impacto tanto quanto as duas litigantes: o Google. Ele estava em silêncio até ontem à noite.

O Verge informa que o Google, que muitos acreditam ser o verdadeiro alvo da Apple que, por sua vez, estaria usando a Samsung como intermediário para bater no Android, finalmente quebrou o silêncio com uma pequena mensagem à NBD:

“A corte de apelações revisará ambas as violações e a validade das patentes. Muitos desses pontos não têm relação com o núcleo do sistema operacional Android e vários estão sendo reexaminados pelo Escritório de Patentes dos EUA. A indústria móvel muda rapidamente e os participantes — incluindo os novatos — criam em cima de ideias que estão por aí há décadas. Nós trabalhamos com nossos parceiros para dar aos consumidores inovação e produtos acessíveis, e não queremos que nada limite isso.”

Isso deve ser lido mais como uma mensagem para outros parceiros OEM Android do Google do que qualquer outra coisa, uma gentil reafirmação de que eles não precisam correr para os braços do Windows Phone. A maioria delas nem mesmo importa, sussurra o Google enquanto a HTC coça o queixo, e além disso, todo mundo faz.

É tudo verdade, claro. O sistema de apelações significa que esse caso está longe de seu fim e a indústria (qualquer indústria, na realidade) é construída sobre o que veio antes. E, novamente, se o Google não achava que patentes eram críticas e tudo mais, ele talvez não tivesse gasto US$ 12,5 bilhões na compra da Motorola.

O fato é que essa tem sido uma guerra compartilhada com o Google o tempo todo. No mínimo, a declaração da noite passada é um reconhecimento disso e um vislumbre de como a empresa tentará manter o Android em voga.  [The Verge]