Depois das enchentes que assolaram o Brasila Austrália e outros lugares, o que fazer para abrigar tantos desabrigados? O arquiteto russo Alexander Remizov tem uma ideia: a Arca, criada como parte de um programa de arquitetura de auxílio contra desastres – e que ele acredita ser o futuro da habitação.

Em cada uma delas, cabem 10.000 pessoas, em seus 14.000m². Seja na terra ou na água, a Arca pode ser montada rapidamente – em até quatro meses – e com custo relativamente baixo, a partir de estruturas pré-montadas. Ela seria o mais verde possível, com um gerador de energia eólica, painéis solares, e na versão aquática, usaria a energia térmica da água. E ela não seria revestida com vidro: em vez disso, a Arca usa uma película durável e autolimpante de ETFE (etiltetrafluoretileno), para aguentar as intempéries.

Gostei da ideia. Toma essa, La Niña! [Spiegel via CNN; Inovação Tecnológica; valeu Fernando!]