Em algum momento, a Acer vai ter de parar tornar o laptop Swift 7 mais fino a cada ano. No entanto, ainda não chegou a hora, pois na CES 2019 a Acer mais uma vez triunfou sobre a física para fazer um computador de espessura mínima.

Medindo 9,95 mm e pesando 888 gramas, o novo Swift 7 supera outros laptops concorrentes, como o HP Spectre e LG Gram, em espessura e peso. Quando comparado com um smartphone, como o Galaxy Note 9, que tem espessura 8,8 mm, o Swift 7 perde.

Acompanhe nossa cobertura da CES 2019

Mas o mais impressionante do Swift 7 não são suas dimensões, mas como a Acer conseguiu fazer um laptop premium com um sistema parrudo dentro de uma estrutura tão compacta.

Comparação do Swift 7 com o o Galaxy Note 9. Crédito: Sam Rutherford/Gizmodo

Começando pela tela, o Swift 7 conta com um display Full HD de 14 polegadas protegido por uma camada de Gorilla Glass 6 para melhorar a durabilidade. Ao mesmo tempo, a Acer reduziu significantemente as bordas (especialmente a parte de baixo), resultando em um proporção de 92% de display. É um pouco menor que os 97% de proporção do Zenbook S13, que teve que fazer uma malandragem para obter este número tão alto.

O corpo de magnésio e lítio do Swift 7 foi reforçado de modo que ele flexiona muito menos que o modelo anterior. E embora você possa tentar dobrá-lo — o que seria algo fácil considerando sua espessura — quando o Swift 7 está em uma mesa ou no seu colo, você não nota muito essa diferença.

Saca só onde fica escondida a câmera do Swift 7. Crédito: Sam Rutherford/Gizmodo

A principal reclamação do Swift 7 é provavelmente sua webcam. Como não há espaço nem em cima nem em baixo para colocá-la, a Acer se inspirou na Huawei e colocou uma câmera pop-up no Swift 7 que fica escondida entre o teclado e a tela.

Dito isso, se você não é uma pessoa que faz muitas chamadas de vídeo, como a câmera fica escondida no chassis quando não está em uso, o senso adicional de segurança pode ser uma boa troca — é melhor do que ficar mostrando sua papada para a outra pessoa da ligação. O pequeno ajuste que a Acer fez para tornar o Swift 7 fino é que, em vez de usar o chip Intel Core i7 U-Series, bastante comum em vários laptops premium de preço semelhante, a Acer optou por uma CPU Intel i7-8500Y. Os chips da Intel da série Y permitem a construção de um laptop sem ventoinhas.

No que diz respeito às outras especificações, o Swift 7 padrão vem com 8 GB de RAM, 256 GB de armazenamento SSD, duas portas USB-C com suporte a Thunderbolt 3, um leitor de digital e provavelmente o maior touchpad que eu já vi em um laptop. E embora duas portas possam parecer pouco, a Acer compensa com um dongle que inclui mais algumas entradas.

Olha, devo admitir que reduzir alguns milímetros de um laptop provavelmente não tem grande impacto na usabilidade, mas só o conhecimento de engenharia necessário para fazer isso é bem impressionante. E para quem valoriza espessura e leveza, é importante saber que o Swift 7 está aí para preencher este segmento de mercado.

O Swift 7 começará a ser vendido na Europa em abril, e nos Estados Unidos ele chega às lojas em maio com preços a partir de US$ 1.700

Siga o Gizmodo Brasil no Instagram para acompanhar curiosidades e as últimas novidades da CES 2019!