Atravesse o caminho do acidente mais fatal no monte Everest

Em 18 de abril, uma avalanche no Monte Everest matou 16 sherpas em treinamento para subida. Este foi declarado o acidente de montanhismo mais fatal já registrado no pico. Agora a Discovery criou uma experiência imersiva na web para ajudar a ilustrar o que aconteceu. O site Everest Avalanche Tragedy inclui o vídeo do resgate, um […]

Em 18 de abril, uma avalanche no Monte Everest matou 16 sherpas em treinamento para subida. Este foi declarado o acidente de montanhismo mais fatal já registrado no pico. Agora a Discovery criou uma experiência imersiva na web para ajudar a ilustrar o que aconteceu.

O site Everest Avalanche Tragedy inclui o vídeo do resgate, um diário do acidente, fotos e relatos das contas de mídia social das pessoas na montanha, e gravações de áudio de chamadas feitas para a equipe de emergência.

Mas o elemento mais convincente usa uma animação interativa para mostrar a rota dos 16 sherpas supostamente mortos na montanha (três corpos não foram recuperados). Isso permitir que os usuários subam seguindo um caminho bastante popular até o topo.

Embora o Google Earth forneça animações bacanas da área, o site da Discovery tem as melhores imagens, bem como detalhes específicos e geolocalizados sobre a tragédia, que aconteceu devido a uma avalanche na cascata de gelo Khumbu. E depois de subir até a área onde ocorreu a tragédia, a rota sobe vários milhares de metros, fornecendo uma vista panorâmica do topo – é simplesmente incrível.

Este site não será um substituto para os escaladores hardcore, mas pode ser um pontapé inicial para desenvolver uma experiência de realidade virtual que, um dia, seria robusta o suficiente para substituir a subida completa. No mínimo, isso poderia ser o bastante para alguns escaladores menos experientes, potencialmente salvando suas vidas – e a dos sherpas pagos para acompanhá-los.

Faça a sua jornada aqui: [Everest Journal]

Sair da versão mobile