Como você sabe, o Apple iPad, assim como o iPhone e o iPod Touch, não tem suporte a Flash. A Apple tem suas razões para isso, mas a Adobe claramente não está feliz com isso. Eis o que disse Adrian Ludwig no Adobe Flash Platform Blog:

Parece que a Apple continua a impor restrições em seus dispositivos que limitam tanto publishers de conteúdo quanto consumidores. Diferente de muitos outros leitores de e-book que usam o formato de arquivo ePub, consumidores não poderão acessar conteúdo ePub com a tecnologia de DRM da Apple usando dispositivos feitos por outras fabricantes.  E sem suporte a Flash, usuários de iPad não poderão acessar toda a extensão de conteúdo web, incluindo mais de 70% dos games e 75% dos vídeos na web.

Se eu quiser usar o iPad para conectar-me a Disney, Hulu, Miniclip, Farmville, ESPN, Kongregate ou JibJab – sem falar de milhões de outros sites na web – estarei sem sorte.

A Adobe e mais de 50 de nossos parceiros no Open Screen Project está trabalhando para permitir que desenvolvedores e publishers de conteúdo forneçam seus produtos para qualquer dispositivo, de maneira que consumidores tenham acesso aberto a seus aplicativos, conteúdo e mídia interativos favoritos na plataforma, independente do dispositivo que as pessoas escolham usar.

Os principais argumentos contra o Flash no iPad são o alto uso de recursos e o risco de segurança. Pode até ser verdade. Esperamos que a web deixe de contar com o Flash para vídeos e menus horríveis, com o HTML5 agindo como um substituto bem adequado. Mas não estamos lá, ainda. Embora eu possa apreciar o fato de que a Apple tenta manter o iPad mais estável sem a introdução do Flash, o fato de que essa decisão impede a reprodução da maioria dos games online e streaming de vídeo torna-a um tanto questionável. [Adobe]