A Adobe lembrou na semana passada que iria descontinuar o Flash, desta vez pra valer. O software vai parar de funcionar em 31 de dezembro de 2020, mas não é só isso: a companhia vai pedir ativamente para que os usuários desinstalem o programa de seus computadores.

A iniciativa foi citada na página de fim de suporte do Adobe Flash. Além de pedir para que os usuários desinstalem o programa, a companhia irá remover todos os links de download e interromper as atualizações.

Por fim, a empresa disse que “conteúdos baseados em Flash serão bloqueados de rodar no Adobe Flash Player depois da data de fim de vida”. Ou seja, mesmo que ele esteja instalado, as coisas podem não funcionar corretamente.

A Adobe está tomando essas medidas incisivas para descontinuar o Flash porque o software é um vetor frequente para ataques hackers e instalação de malwares. Em 31 de dezembro de 2020 a companhia não irá mais realizar atualizações de segurança e eventuais brechas ficarão expostas para sempre.

O ZDNet aponta que uma pesquisa da W3Techs afirma que apenas 2,6% dos sites na web utilizam códigos Flash. O número vem caindo ao longo dos anos e a Adobe já tinha alertado aos desenvolvedores em julho de 2017 que planejava interromper o suporte ao programa.

O Flash fez bastante sucesso no final dos anos 1990, e nos anos 2000. Muitas páginas da internet usavam o software para adicionar interatividade aos sites, com animações, jogos e até mesmo vídeos. Em seus primórdios, o YouTube dependia quase que inteiramente do Flash para fazer o streaming de vídeos para milhões de pessoas ao redor do mundo.

Isso mudou na segunda metade dos anos 2000, graças ao surgimento de plataformas mais poderosas de código aberto, como HTML5 e CSS3, e à necessidade de um padrão mais eficiente projetado para rodar em celulares. O Adobe Flash (ou Macromedia Flash como era conhecido antes da Adobe comprá-lo em 2005) rapidamente começou a perder seu apelo.

Desinstalar o programa agora provavelmente não terá impacto na sua navegação, então aproveite para dar uma olhada como faz para se livrar dele no Windows e no macOS.